O que voce acha do mercado de video social?

Avatar do usuário
Padumi
Avançado
Avançado
Mensagens: 522
Registrado em: 16 Mai 2014, 17:07
Software: Adobe
Localização: SP

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor Padumi » 09 Out 2014, 12:15

Esse tópico é excelente! Pena que a maioria da galera não participa. Estão escondendo o ouro, né? rs Eu entendo! rs

Tiago, obrigado novamente por compartilhar sua experiência abertamente.

Me chamou a atenção, essa parte do seu relato: "...e tenho uma ou outra que tem problemas de auto visão e que se cobram muito pela sua imagem e beleza e que me dão muito mais trabalho..."

Não sei se entendi direito. Está falando de alguém que quem "síndrome de artista"? rs... Que não quer que pegue determinado perfil dela, que não quer que apareça determinado ângulo pois não a favorece no vídeo, que não quer que filme ela de costas pra não aparecer a orelha de abano...rs....coisas assim? rs


Abraços!
Abs a todos!
------------------
Padumi

Avatar do usuário
Tiago Cardoso
Master
Master
Mensagens: 6892
Registrado em: 27 Jan 2008, 09:08
Software: Sony Vegas Pro 11
Localização: Brasília/DF
Contato:

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor Tiago Cardoso » 09 Out 2014, 18:29

Vou deixar o vídeo falar por ele, Padumi. Olha essa mulher, o casal, e me diz ALGO. :) Pode mandar lenha, criticar, não tenho medo nem receio disso e sei que não serão ataques pessoais (e quando forem eu sei desviar-me deles). :)

https://vimeo.com/102253469
http://www.tldvideo.com.br
Twitter: @tldvideo

Avatar do usuário
arumo
Avançado
Avançado
Mensagens: 427
Registrado em: 12 Mai 2009, 02:16
Software: Adobe CS4 eCS5
Localização: São Paulo
Contato:

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor arumo » 10 Out 2014, 05:17

Lindo vídeo Tiago.

O Mercado de Social tem pra todos os gostos e preços.
Tanto dos noivos como dos profissionais.
Concorrência é bom pra tudo!!!

Temos que achar o caminho que mais nos encaixa.






http://www.omura.com.br
http://www.omura.com.br

Avatar do usuário
Padumi
Avançado
Avançado
Mensagens: 522
Registrado em: 16 Mai 2014, 17:07
Software: Adobe
Localização: SP

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor Padumi » 10 Out 2014, 11:49

Tiagão, eu não tenho o feeling e os olhos afiados do pessoal, aqui. Não ví nada de "errado" no vídeo... :oops:

O que vc quis mostrar? :roll:

Abs
Abs a todos!
------------------
Padumi

Avatar do usuário
Tiago Cardoso
Master
Master
Mensagens: 6892
Registrado em: 27 Jan 2008, 09:08
Software: Sony Vegas Pro 11
Localização: Brasília/DF
Contato:

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor Tiago Cardoso » 10 Out 2014, 17:07

Padumi, mesmo olhos mais atentos não vão enxergar o que a moça do vídeo enxergou: que ela não ficou bem na cena "X", que na cena "Y" ela tá com a cara menos feliz... (sendo que o roteiro do vídeo é o noivo que se muda pra outro estado... então nada mais natural que ela, na cena que mostra ele 'sumindo', estar com a cara mais pesarosa...

Eu tava dando esse exemplo, quando a pergunta que ficou no ar foi essa:

Padumi escreveu:Me chamou a atenção, essa parte do seu relato: "...e tenho uma ou outra que tem problemas de auto visão e que se cobram muito pela sua imagem e beleza e que me dão muito mais trabalho..."

Não sei se entendi direito. Está falando de alguém que quem "síndrome de artista"? rs... Que não quer que pegue determinado perfil dela, que não quer que apareça determinado ângulo pois não a favorece no vídeo, que não quer que filme ela de costas pra não aparecer a orelha de abano...rs....coisas assim? rs


É. Coisas assim. Essa noiva é linda, podia ser modelo se quisesse... tem um rosto bonito, um corpo muito bacana... e fica de... eu chamaria de auto-imagem, não aceita a própria beleza, sei lá! Em vídeo social às vezes temos isso. Como o vídeo não tem muita coisa de POSADO, então a pessoa fica mais ao seu natural. E uma parte da população feminina tende a se achar feia, a não gostar da própria voz, etc etc etc...

Bem, foi isso. Coloquei o vídeo pra exemplificar o que acontece pouco aqui, mas por vezes acontece (digamos que 2% dos meus contratos tem desse tipo de gente, que precisa de ajuda pra conseguir se enxergar bonita). :)
http://www.tldvideo.com.br
Twitter: @tldvideo

Avatar do usuário
José Alves
Master
Master
Mensagens: 2332
Registrado em: 30 Jul 2005, 16:10
Software: Suite Adobe CS6
Localização: São Paulo-SP

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor José Alves » 10 Out 2014, 18:14

Tiago Cardoso escreveu: tem desse tipo de gente, que precisa de ajuda pra conseguir se enxergar bonita

Talvez, lá no fundo, queiram uma consulta de brinde! :mrgreen:
Google, Google, i don't know what would happen to me without you.

Avatar do usuário
Padumi
Avançado
Avançado
Mensagens: 522
Registrado em: 16 Mai 2014, 17:07
Software: Adobe
Localização: SP

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor Padumi » 10 Out 2014, 18:18

Captei vossa mensagem, Tiago! E entendo perfeitamente!

Absurdo, né? Essa mulher é linda, não tem nem o que falar. Só ela mesmo, pra achar que ainda não tá legal...

A mulherada tem mesmo essas "paranoias" com sua auto imagem. O grande problema, acredito eu, é o referencial de beleza que elas adotam: revistas (com photoshop), televisão e outras coisas do tipo. Ou seja: o mundo da fantasia!

Acho até que existem estudos sobre isso. Como as pessoas se vêem, sobre autoestima, etc, etc, etc. O ser humano é um bicho complicado! rs


Mas e aí, na prática, como você lida com isso? Tem que refazer? Não é possível que o cliente já assista no ato cada cena, para refazer se for o caso? Pq pedir refação depois de pronto, é de matar!! rs


Abração!
Abs a todos!
------------------
Padumi

Fabio Monte Oliveira
Iniciante
Iniciante
Mensagens: 2
Registrado em: 02 Ago 2014, 18:24
Localização: São Gonçalo-RJ

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor Fabio Monte Oliveira » 31 Out 2014, 02:45

VPVideo escreveu:Está vendendo bem
Está muito concorrido
Cliente está pedindo desconto demais
Cliente busca preço
A oferta é maior que a procura
O mercado de casamentos não cresce
O mercado de casamentos está desvalorizando o vídeo
Vendo bem mas estou perdendo espaço
Vendo bem mais não tanto quanto antes
Pratico preços pouco atraente para mim
Tenho muito trabalho mas não consigo capitalizar
Tenho muito trabalho e dispenso datas por falta de pessoal
Não consigo impor meu preço baseado na minha qualidade
Cliente quer preço baixo e qualidade alta
É mais fácil atender classe alta que classe baixa
Classe baixa renda é mais fácil agradar
Tive que incluir a foto para não perder clientes
Tive que reduzir equipe para reduzir custos
Meu valor é alto mas o numero de horas totais dedicada ao cliente é elevada
Trabalho para baixa rende e tenho agenda cheia

Conte sua experiência no mercado


Não como queria atualmente
Sim, a cada dia surgem novos "Fotógrafos e cinegrafistas"
Por aqui só tem "chorão ou chorona"
A maioria
Pau-a-pau
Vertiginosamente!
Não necessariamente
Não estou vendendo bem esse ano, perdi espaço
Mesma acima
Sim um pouco
Num passado não muito distante...
Idem acima
Relativamente
Preço de banana e qualidade Global
Isso é relativo
Idem acima
Sempre trabalhei com os dois
Quero aumentar a equipe
Ainda não como o ideal
Já fui assim
Essa é minha experiência atual

Avatar do usuário
Cameraman
Assíduo
Assíduo
Mensagens: 192
Registrado em: 24 Out 2007, 14:04
Software: Sony Vegas Pro 12
Localização: RJ-Brasil

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor Cameraman » 31 Out 2014, 11:29

Está vendendo bem
*Sim, mas não tanto com em 2012, 2013

Está muito concorrido
*sim, muito novos" Profissionais" paraquedistas

Cliente está pedindo desconto demais
*baixa renda sim, ja a classe media-alta não pede e ainda parcela em poucas vezes

Cliente busca preço
*baixa renda sempre liga perguntando, quanto custa a filmagem, classe media-alta, pergunta como pode conhecer o serviço.

A oferta é maior que a procura
*equilibrado na minha região (interior/regiao dos lagos - RJ)

O mercado de casamentos não cresce
*Sim, cresce, porém este ano de 2014 deu uma congelada devido aos problemas econômicos da nação!

O mercado de casamentos está desvalorizando o vídeo
*sim e não, Entre as classes sociais mais abastadas, o video está mais valorizado, já na classe mais baixa e visto como algo supérfluo.

Vendo bem mas estou perdendo espaço
*Não percebo isso até porque os novos "profissionais" que surgem estão num patamar abaixo do meu.

Vendo bem mais não tanto quanto antes
*Sim, mas percebi que não e só comigo, todos os profissionais que conheço relatam o mesmo problema, parece ser geral.

Pratico preços pouco atraente para mim
*não, os meus valores estão bons, mas podem melhorar mais um pouco.

Tenho muito trabalho mas não consigo capitalizar
*tenho muito trabalho e consigo capital de sobra.

Tenho muito trabalho e dispenso datas por falta de pessoal
*S I M !!! e muito

Não consigo impor meu preço baseado na minha qualidade
*Sim e Não, por incrível que pareça, na minha cidade cobro abaixo do preço normal devido a ser uma cidade do interior, porem, para outras cidades o valor e mais alto e vendo bem mais, acabo por trabalhar muito mais pra fora do que na minha própria cidade. (questão de nível social)

Cliente quer preço baixo e qualidade alta
*Sempre

É mais fácil atender classe alta que classe baixa
* Sim, com certeza

Classe baixa renda é mais fácil agradar
*Não

Tive que incluir a foto para não perder clientes
*não, aqui quem faz foto é fotógrafo, e vídeo é vídeo, o cliente já entendeu que são serviços diferentes e pra ser bom, tem q ser separado

Tive que reduzir equipe para reduzir custos
*não, na verdade estou a procura de mais profissionais

Meu valor é alto mas o numero de horas totais dedicada ao cliente é elevada
*Sim, com certeza

Trabalho para baixa rende e tenho agenda cheia
*Não, normalmente trabalho para classe média-alta e estou com a agenda cheia, as vezes, raramente pego algum serviço BR (baixa renda kkkk)
"Nunca deixe ninguém te dizer que você não é capaz, porque você é"

oxid iron
Master
Master
Mensagens: 3007
Registrado em: 18 Jul 2005, 14:38
Software: VideoCassete e MX1
Localização: Fulô
Contato:

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor oxid iron » 31 Out 2014, 13:52

1. Está vendendo bem
Se se refere a quantidade acho que é média - 25 a 30 casórios por ano. Via e-mail fecho 30% das vezes, incluindo assinatura de contrato virtual, ou seja, 70% fica pra concorrência que na internet é maior, tem muito trampo mais bonito que o meu. Já ao vivo fecho 90% das vezes, ou seja, só 10% não fecham, isso porque sou péssimo vendedor e ainda atendo num pequeno espaço da minha humilde casa (não tenho estúdio, nem sala comercial)

2. Está muito concorrido
Não sinto e nunca senti a concorrência. O mercado não é competitivo

3. Cliente está pedindo desconto demais
Há mais de 15 anos não me pedem desconto. Acho que o meu preço está abaixo do nível

4. Cliente busca preço
Já respondi acima

5. A oferta é maior que a procura
A procura é maior do que eu poderia atender

6. O mercado de casamentos não cresce
Há crescimento de forma estável, sem oscilações

7. O mercado de casamentos está desvalorizando o vídeo
Pelo contrário. Hoje é um dos primeiros fornecedores a ser procurado, diferente de anos atrás

8. Vendo bem mas estou perdendo espaço
Perco espaço porque não invisto na formação de novas equipes, não tenho perfil nem caráter empreendedor, mas recomendo produtoras parceiras e isso traz boas relações

9. Vendo bem mais não tanto quanto antes
Já respondido

10. Pratico preços pouco atraente para mim
Gostaria de cobrar mais para poder trabalhar menos

11. Tenho muito trabalho mas não consigo capitalizar
Isso é fato

12. Tenho muito trabalho e dispenso datas por falta de pessoal
Isso é fato

13. Não consigo impor meu preço baseado na minha qualidade
Quem me julga diz isso

14. Cliente quer preço baixo e qualidade alta
Isso é óbvio e natural em qualquer lugar do mundo

15. É mais fácil atender classe alta que classe baixa
Engana-se aquele que acha que a classe A e B são mais chatas ou mais exigentes que abaixo da C. É óbvio que classes C e as baixas podem ser mais difíceis de agradar pois exageram nos sonhos e esperam mais do que podem (claro que não são todos, mas são mais propensos, digo isso por experiência própria)

16. Classe baixa renda é mais fácil agradar
Já respondido acima

17. Tive que incluir a foto para não perder clientes
Não, porque acho difícil administrar tudo, mas admiro e acho legal o cara ter a capacidade de praticar as 2 atividades. O mais importante é poder tocar o barco e a bufunfa que isso rende

18. Tive que reduzir equipe para reduzir custos
Nunca reduzi porque nunca fui grande e sempre pensei pequeno. Tenho equipe só pra atender a 1 evento por vez e infelizmente não sei ser diferente

19. Meu valor é alto mas o numero de horas totais dedicada ao cliente é elevada
Meu valor não é alto e gostaria que fosse. Não me dedico tanto ao cliente e tá bom assim

20. Trabalho para baixa rende e tenho agenda cheia
Já respondido

21.Conte sua experiência no mercado
Comecei há mais de 26 anos cobrando menos de 100 dólares em cobertura de casamentos e atendendo classes C- e D. Nos tempos antigos já entrei em comunidade carente pra cobrir festas de 15 anos e hoje ainda tenho amigos por lá. Não posso atendê-los mais porque agora pratico preços acima da média. Sempre fui um cara simples e nunca me esforcei para ser diferente. Abomino frescuras e é isso o que "pega" de negativo nessa área - que tem muita frescura, mas vou levando tudo com paciência, mas tem suas vantagens: a classe que atendo é educada, gentil e está sempre em dia com os pagamentos. Mas nada contra atender classes de menor poder aquisitivo. Tenho colegas que atendem às classes menos favorecidas e vivem de forma muito digna e o mais importante: são felizes. Os maiores problemas que vejo em atender a essa classe é que tem muita concorrência e a clientela é, sem dúvida, mais propensa a ser detalhista e exigir mais por meno$.
Creio que os anos se encarregam de criar algum respeito em torno do seu nome. Penso que o respeito adquirido e a forma como você é visto pelo mercado é você mesmo quem constrói.

Se alguém tiver dúvidas sobre qual a classe social que menos incomoda, respondo com toda a convicção e com exatidão que, os extremos são ótimas classes para se trabalhar, ou seja, a pobre e a alta são ótimas.
A probabilidade de sofrermos com exigências, sonhos impossíveis ou caros demais por falta de bom senso, com indelicadezas e críticas injustas, frescurites e até festa com barracos, sem esquecer a inadimplência, etc e tal, que são todos problemas que atribuo a classe média-média e média baixa. Quando percebo que se trata desse tipo de gente, invento uma desculpa e fujo o mais rápido e longe possível.

VPVideo
Sênior
Sênior
Mensagens: 1290
Registrado em: 27 Jan 2013, 13:44
Software: PP
Localização: SdoJ

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor VPVideo » 31 Out 2014, 21:04

Cameraman escreveu:Sempre fui um cara simples e nunca me esforcei para ser diferente. Abomino frescuras e é isso o que "pega" de negativo nessa área - que tem muita frescura, mas vou levando tudo com paciência,

Muito importante isso.
Se o cara ficar tentando se ajustar o todo tipo de cliente do ponto de vista do perfil comportamental, vai se dar mal.
Tem clientes que não são para nós, não é uma questão apenas de portfolio, passa relacionamento mesmo.

VPVideo
Sênior
Sênior
Mensagens: 1290
Registrado em: 27 Jan 2013, 13:44
Software: PP
Localização: SdoJ

Re: O que voce acha do mercado de video social?

Mensagempor VPVideo » 03 Nov 2014, 23:07

Vai um workshop ai e de sobremesa 2 livrinhos caros?
No universo dos ícones mundiais e nacionais da captação de social que descobriram no brasil uma forma de ganhar mais que na própria terrinha deles onde o publico sabe o valor do dinheiro, vale tudo. Vale propor colocar a integridade física do cliente em risco por "uma boa foto", vale exigir padronização de sites a premiados e fazer livros que pouco ou nada ajudam, a não ser para divulgar o quanto o cara é bom vale mandar no celebrante, interferir no cerimonial e ter desejos inconfessáveis de matar o fotografo ou cinegrafista porque "tudo aqui é meu" . No brasil, os títulos (livros) de profissionais daqui, a priori, é o maior enrolation. Sabe aquelas coisas do tipo " a entrada da noiva é uma das horas mais importantes e equipamento adequado para casamento é full frame e lente 2.8" - é mesmo, que bacaninha meu! Não sabia dessa!
E a emoção, demais. lagrimas, beijos apaixonados, mulheres bonitas, homem finos, tudo lindo! Não tem noiva gordinha no mundo deles, não tem sexo antes do casamento, não tem morar juntos, não tem ovo atravessado e antipatias.
Como diz david beckstead, pô o cara tem 8 anos que mora com a mulher e essa ai de emoção?
Mas tem algo importante(?) nisso tudo, a motivação. Toda saída de "cursinho" é comum ver nas carinhas dos nossos colegas aquele olhar brilhante de motivação, são momentos de êxtase onde o cara pensa, pô, nossa, demais, love, love e love é o canal, sensibilidade a flor da pele, beleza e glamour, é isso ai, beverly hills é aqui, ninguém duvida disso e noiva gringa casa durante o dia e o cara é bom em aproveitar a luz que entra, ah.. e dai, esse é caminho...! E aquela das taças na frente da lentes, nó.. demais!
Quero fazer alguns elogios e avaliações de acordo com o que entendo bom e ruim.
Fabio Laub quando fala de marketing - Bom
Vernaglia quando fala de vídeo - bom
David Beckstead quando fala de foto - razoável
Clicio Barroso quando fala de tratamento - muito bom
Newton Medeiros quando fala de estúdio - razoável
Sant Veiga quando fala de vídeo - muito bom
Reinaldo Martins e Fernanda Marques - quanto fala de diagramação - péssimo - quando fala de fotojornalismo - péssimo
Marcia Charnizon quando fala de direção - bom (com ressalvas)
Michael Freeman - quando escreve sobre exposição - bom
Nell vam Niekerk quando escreve sobre flash dedicado - fraco
Scoot Kelby quando escreve sobre tratamento de retratos - muito bom
Vinicius Mattos quando escreve sobre fotografia de casamento - péssimo
Andreoni quando escreve sobre fotografia de casamento - péssimo
caras do youtube: Allan Elly - bom e poucos outros.
O resto preciso de plásil pra assistir, palavrão, brincadeiras excessivas, edição chata, papo chato.
A lista é grande a memoria me falha.
Amiguinho querido se quiser aprender a fazer vídeo e fotografia acima da média, aprenda primeiro a usar com segurança e tranquilidade seu equipamento. O uso da maquina não pode bloquear seu raciocínio e atenção me detrimento da fluidez de ideias fora e dentro da captação.
Não use se equipamento só na hora do evento. Tente, observe, assista a vídeos. Seu estilo está naquilo que você vê e lhe produz conforto visual, vá por este caminho.
Se segurar um equipamento faz de você um cara que se sente foda, você estacionou, acorde.
Todos os ícones do vídeo no mundo têm um olho no vídeo dele e outro no vídeo dos outros, não copie mas absorva tudo que julgar bom que os outros estão fazendo, é assim que funciona.


Voltar para “Empreendimento e Negócios”

Quem está online

Usuários neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante